Sobre ter crescido numa cidade quente e não saber me vestir no inverno

Posted on
look di dia inverno gladis vivane

Como vocês sabem eu nasci e passei a maior parte da minha vida em Natal, Rio Grande do Norte. Lá as estações são bem definidas: Verão, Calor, Mormaço e Eutonoinferno. Desta forma, nunca precisei me vestir para o frio.

Aí eu cresci, viajei, mudei, morei fora duas vezes – uma delas fora do Brasil – e nunca, mas nunca mesmo, aprendi a me vestir no inverno. Basicamente eu coloco uma roupa por cima da outra até ficar impossível me movimentar. Se eu não tiver que sair de casa, passo o dia de pijama. Ou melhor, dois pijamas. Um por cima do outro.

A pior parte disso é que eu passo o inverno inteiro me sentindo feia, horrorosa, desleixada, toda cagada, desconfortável comigo mesma. Porque meus lindos vestidos rodados e de alcinha não cabem nesta estação gelada. E vestida assim, com esse monte de moletom sobreposto, essa pessoa não sou eu.

Eis que, depois de 4 invernos em São Paulo, tomei vergonha na cara e decidi me vestir decentemente para o frio. Dividi essa tarefa em 4 passos:

1- Comprar um casaco decente. Sempre tenho pena de gastar dinheiro com um casaco bom e acabo trocando 1 peça de qualidade por 4 blusinhas de frio sem futuro que não duram um mês.

2- Comprar blusas internas de boa qualidade, que aqueçam o corpo, sejam gostosas e macias e não fiquem cheias de bolinhas depois da primeira lavagem.

3- Aprender a usar meia calça. Essa é trauma de infância, de quando minha avó me montava toda e me colocava uma meia-calça no calor de natal e aquilo era um martírio – pinicava até a alma e fazia uma calor do cão. Fora isso, é foda encontrar meia-calça que vista bem quem tem coxa grossa 🙁

4- Comprar uma bota. Eu odeio botas na real. Sobrevivi a 3 invernos usando sapatilha e scarpin. Caprichava no aquecimento do corpo inteiro pra tentar sentir menos frio nos pés. Mas nunca era confortável. Agora decidi comprar uma bota básica, salto grosso baixinho, cano médio, pra usar com tudo. Se eu curtir a experiência vou me permitir comprar uma segunda bota, em outra cor e modelo.

Pronto! Eis o resultado do meu primeiro look de inverno:

saia rosa de bolinhas casaco cinza A saia rosa de poá é só pra não perder o costume de ser eu mesma embaixo desse monte de roupa que não parece ser minha 😛
look de inverno preto pink

bolsa pink ado atelie

batom pink E aí, curtiram? Eu ainda me acho muito estranha com roupa de frio, mas me senti muito melhor com um look mais arrumadinho do que com meus antigos moletons 😛

O look é todo da Gregory mas isso não é um look patrocinado! É que eu encontrei um outlet da marca perto de casa onde os casacos têm até 70% de desconto! 🙂 A bolsa é Adô , a meia é a fio 150 da Lupo e os óculos Urban Outfitters. O batom é o Fuchsia da linha Matte Coloro da Lorac Pro.

 

Para acompanhar tudo do blog:
Facebook ♥ Pinterest ♥ Instagram Youtube ♥ Snapchat: gladisvivane 

0
  • Compartilhe  →

As meias da Marisa!

Posted on

Só amor pelas meias das lojas Marisa viu?

Nunca prestei atenção que a “de mulher pra mulher” tinha uma coleção tão interessante de meias! E foi lendo o ótimo Ricota Não Derrete, que me deparei com esses modelos lindos.

Tem chovido muito nos últimos dias e Natal tem experimentado um friozinho que ainda não aceita um casaco pesado, mas pede perninhas cobertas – por calças, leggings ou… meias!

Imagens: Ricota Não Derrete

Tem mais modelos aqui.

O melhor é que os precinhos da Marisa são ótimos, então a gente nem fica com peso na consciência de comprar uma coisa que só usaremos durante um mês né?

Porque passado o período de chuvas, ninguém aguentará andar de meias na Cidade do Sol!

7
  • Compartilhe  →

Pernocas desenhadas

Posted on

Aproveitando a volta da meia-calça às nossas vidas, porque não usar modelos com design bem diferente e divertido?

As meias da marca francesa Les Queues de Sardines são a coisa mais fuêfa do mundo! E são beeeeem fininhas. Logo, suponho que não fazem tanto calor, o que é ótimo para o clima “eu tô no inferno” de Natal.

Tem ponto de venda no Brasil, mas só em Goiânia. Fica no Café Coreto, Rua 142, nº221.

Massssss não fiquem tristes! O resto do mundo pode comprar as meias através do site Suicidal Shop, que aceita cartões Visa e Master e entrega no Brasil!!

4
  • Compartilhe  →

Meia-calça trabalhada

Posted on

Que a meia-calça trabalhada (com renda, listras, bolinhas, corações e outros detalhes) é a queridinha da moda atual, todo mundo já sabe.

Para nós que moramos na suncity, nesse clima super agradável com temperatura que varia do “quente pra c@r%lh#” ao “estou no inferno”, é meio complicado fazer a fina de meia-calça.

Mas basta lembrar que nos anos 80 já fazia calor em Natal, e nós usávamos muita meia-calça sim! Dá uma olhada nas suas fotos antigas, ou nas da sua mãe ou irmã mais velha, se você for um bebê que nasceu nos anos 90.

Essa introdução toda é só pra dizer que achei a melhor meia-calça do mundo!

O estúdio de design espanhol Veintecuatrodientes vende uma meia-calça que mede o nível de ousadia das mulheres.

É daquelas ideias simples e geniais. A peça tem um “medidor” com vários adjetivos – de recatada a fatal. De acordo com o comprimento da sua saia ou vestido, você oscila na classificação.

A meia está à venda no site por € 16. O Veintecuatrodientes também tem várias outras peças com design bem interessante. Vale a visita!

5
  • Compartilhe  →