Férias em Natal – o que teve?

Posted on

sao miguel do gostoso

Olá, leitoras e leitores lindos deste blog! ♥

Depois de 22 dias na minha maravilhosa Natal, estou de volta e morrendo de vontade de fazer vários posts pro blog! Acho lindo essas blogueiras que saem de férias e deixam todo o conteúdo programados para o blog não ficar parado. Mais lindo ainda quem consegue postar durante as férias, chegando de cada passeio e escrevendo um post enorme, editando fotos e postando tudo quase que ao vivo.

Uma pena que não sou dessas. Quando eu chego na casa de Mãinha, visto meu biquíni, deito na rede, fico olhando pra piscina e não consigo sair da inércia até o momento da volta – mais precisamente quando desço do avião aqui em SP 😛

Mas aí chego com todo gás e com a cabeça fresquinha e cheia de ideias. Antes de postar as novidades que tenho em mente, quer ver o que teve nessas férias mais gostosas do mundo?

Teve feijão verde, carne de sol, farofa, queijo coalho, arroz de leite, pirão de leite e toda aquela comida maravilhosa do Nordeste que, na boa, é a melhor do mundo!

farofa Teve São Miguel do Gostoso que, como o nome já diz, é uma gostosura só (aguardem post aqui no blog!)

praia Tourinhos Teve meu bolo preferido na Jolie Patisserie! Não existe a possibilidade de ir a Natal e não comer esse naked cake de baunilha com frutas vermelhas!

jolie patisserie Teve prato novo do Restaurante Camarões me fazendo quase chorar de emoção. Sabe aquela cena de Ratatouille, quando o cara prova o prato e é invadido por sensações incríveis? Pronto! Foi o que senti comendo esse camarão refogado com castanha de caju, queijo coalho e pimenta biquinho, acompanhado de arroz de vatapá. POOTAQUEPARIIIIIIU

camarão bonfim Teve churrasco de lagosta em casa – e é claro que eu poderia passar o resto da vida comendo só frutos do mar – e como eu amo Natal por isso!

lagostas Teve eu cozinhando com Mãinha e gravando vídeo para o canal do Salto Agulha no Youtube!

eu e mainha Ela me ensinou a fazer caranguejo no coco e ficou di-vi-no! Aguardem o vídeo no canal! Olha que delícia:

caranguejo Teve um lugar novo e incrível, que eu não conhecia e fiquei muito passada com tanta beleza junta! Vocês vão morrer com o post sobre o Tao Paradise ♥ Olha essa água…

tao paradise Teve aniversário de Xuxu e a gente passou o dia de molho na piscina. Um privilégio poder desmoralizar uma segunda-feira assim 😉

xuxu E teve muito amor e a família mais querida e especial do mundo. Eu morro de saudade deles mas, ao mesmo tempo, me sinto muito feliz por ter escolhido meu próprio caminho e estar exatamente onde eu queria estar hoje, realizando todos os meus sonhos ♥

family Agora é voltar ao trabalho e se jogar nesse ano novo e cheio de possibilidades! Estou com vários posts em mente para um começo de ano beeeeem movimentado por aqui!

Quer me ajudar? É só dizer aí nos comentários quais posts vocês gostariam de ver aqui no blog 🙂

 

8
  • Compartilhe  →

Hot Pants na praia. Sim ou não?

Posted on

Vocês sabem que eu amo tudo que tem uma carinha retrô, né?

Roupas, sapatos, acessórios, estampas e – porque não? – biquínis! Desejo um biquíni tipo hot pant há séculos. Sempre achei que é um modelo lindo, que deixa a pessoa com cara de pin-up.

Não é uma peça fácil – nem de achar nem de sustentar o look. Mas, vem cá, se a gente veste só o que é “fácil”, esse ritual diário de escolher o que vestimos e como nos apresentamos ao mundo fica bem chato, né?

Por isso esse verão eu resolvi fazer a Luiza Marilac e fazer algo diferente  – esse verão eu vou comprar meu biquíni retrô <3

mariazinha-1

 

A primeira grande dificuldade é encontrar um modelo bonito. Por isso estou disposta a gastar parte considerável do meu precioso tempo atrás do meu biquíni dos sonhos. A boa notícia é que já vi uns modelos bem bonitos na American Apparel aqui em SP e já estou de olho neles. Postei até a foto no meu Instagram (segue nóis aí @gladisvivane).

Outro problema é meu shape de musa renascentista. Estou bem gordinha nesse final de ano (resultado da mudança para esse paraíso gastronômico que é São Paulo) e não estou muito animada pra fechar a boca drasticamente e perder uns kg em duas semanas.

Apesar de parecer amigo das gordinhas em um primeiro momento – já que cobre a barriguinha e parte do culote – a impressão que eu tenho é que as hot pants acentuam ainda mais o excesso de gordurinhas. É mais ou menos o que acontece com peitão: se você usa decote, parece ter menos peito do que se usar uma gola rolê, hehehe.

Um outro obstáculo no caminho do meu caso de amor com as hot pants é que também preciso de um biquini alternativo para tomar sol, jogar frescobol, caminha na praia… essas coisas. Porque bronzear com isso é sinônimo daquele buchinho branco uó hahahaha.

Como eu não sou muito de tostar no sol, acho que nem é um grande problema. Minha praia ideal é embaixo de um guarda-sol, comendo camarão frito e tomando cerveja/caipirinha, então acho que dá pra estar linda de hot pants, óculos gatinho e um chapéu de palha enorme sendo diva 😀

Vamos ver alguns modelos para nos inspirar?

hotpants

 

As hot pants que eu vi na American Apparel são essas aqui (fiquei de olho na estampa de frutas e na de oncinha):

foto

cdbf8948588611e3ab9a126ea4147b56_8

 

Meu plano é: comprar um biquíni com hot pants e um modelo “normal” com estampas que combinem entre si e ir trocando de biquini de acordo com ocasião, mantendo a mesma parte de cima.

E aí, vocês curtem? Ou acham que é biquíni de tia véia? 😛

9
  • Compartilhe  →

De vestidinho no “calor” do Rio de Janeiro

Posted on

No último fim de semana fui para o erre jota, para o aniversário de uma amiga e fiz AQUELA mala delícia para dias de calor: um vestido, um biquini, um short, duas camisetas, uma rasteirinha e um chinelo.

Masssss nem tava tão calor assim 🙁 Ainda bem que eu sou uma mocinha prevenida e levei um cardigã na mala.

O bom foi que no domingo fez sol e esse céu azul da foto e a temperatura estava muito agradável para esta pessoa que vos escrever, já que tudo pra lá de 20 graus é lucro quando você está querendo fugir do frio de SP! Mesmo assim, ouvi alguns cariocas reclamando do “frio”, hehe.

Usei um vestidinho da Farm e Havaianas para passar o dia domingo. Por baixo estava o biquini e levei um shortinho na bolsa (que acabei nem usando porque fiquei com preguiça de entrar no mar #soudessas)

E aí, gostaram do meu look colorido-quase-calor? 😀

 

VESTIDO: Farm

BRINCOS: Clarim

Bolsa: Emprestada da amiga 😛

 

3
  • Compartilhe  →

Meus dias de descanso na praia de Galos =D

Posted on

Quando resolvi tirar uns dias nesse comecinho de ano para descansar, o lugar que escolhi já estava na minha mente há muito tempo.

Conheço a praia de Galos há mais ou menos uns quatro anos e o lugar é sinônimo de paz e descanso para mim desde então.

Ao longo de todo o litoral lindíssimo que temos aqui no Rio Grande do Norte, Galos é o lugar que acho mais belo. Principalmente porque ainda é pouco conhecido e praticamente intocado.

Se você procura um lugar para descansar, nadar, mergulhar, apreciar a paisagem, comer MUITO bem, e é meio avesso à companhia de turistas chatos (turista chato é pleonasmo?) esse é o seu lugar!

Gostaram, né? 😀

Agora vem todas as perguntas:

– Como chegar?

O acesso a Galos é possível de duas maneiras: de carro 4×4, ou de barco. Para ir de carro pela praia é preciso consultar a tábua de marés, pois na maré cheia o mar fecha o caminho. Mas isso vocês encontram facilmente na maravilhosa internet.

A outra opção é ir de carro normal pela BR 406 e depois pegar um barco. Dá uma olhada no google maps.

Você vai chegar num píer, em Pratagil. Lá você deixa o carro no estacionamento e pega o barco para ir para Galos, que é o mesmo que vai para Galinhos. O estacionamento é seguro, pertence à prefeitura. O carro fica lá durante todo o tempo que você passar em Galos ou em Galinhos.

Em Galinhos há muitas opções de pousadas e restaurantes, e sempre tem turistas passeando de charrete num sol de rachar o quengo. Vai entender… eu fico morrendo de pena dos bichos e não entendo a graça desse “passeio”. Além de ser um lugar já conhecido, a praia não é tão linda e rústica como a de Galos. Mas vale a pena dar uma caminhadinha até lá para conhecer.

O estacionamento onde você vai deixar seu carro….

e o barquinho que vai te levar para Galos.

enquanto espera o barco, você tomar uma cervejinha ou uma água de coco nessas simpáticas barraquinhas =)

– Onde ficar?

Em Galos só há uma pousada, a Peixe Galo. Então ou você fica lá ou tenta alugar alguma das casinhas da vila, hehehe. Eu já fiquei algumas vezes na Peixe Galo, e gosto MUITO de lá. 

A pousada tem só 10 apartamentos, que ficam em volta de uma piscina bem chamativa rsrs. A piscina fica de frente pro mar, e a vista é linda. O atendimento é excepcional. Vocês não tem noção de como César – que é uma espécie de faz-tudo lá – nos recebe bem!

Se tem uma coisa que me chateia é mau atendimento. Então, quando sou bem atendida, faço questão de elogiar e divulgar para todo mundo que conheço!

O preço da diária na alta estação é R$ 240,00 para o casal. Mas em alguns dias da semana e na baixa estação é possível conseguir desconto. Além disso a pousada sempre coloca promoções bem bacanas nesses sites de compra coletiva. O café da manhã é delicioso e tem um mirante onde você pode ficar lendo e apreciando uma das paisagens mais belas do estado.

Sinta o drama!

No mirante, uma vista linda. E olha a Vogue ali!

a pousada vista do mar, de dentro do barco =)

Aqui o site da pousada: http://www.pousadapeixegalo.com.br/

Os telefones de lá são:  (84) 3552.2001 ou (84) 3552.2026

Você também pode fazer reserva ou conseguir outras informações através do email rose@pousadapeixegalo.com.br 

– Onde comer?

Assim como só uma pousada, Galos só tem um restaurante hahahaha.

Mas isso não é um problema! O restaurante de dona Irene é uma das “Sete Maravilhas do Mundo Segundo Gladis Vivane”. E comendo lá todos os dias, dona Irene acaba nos tratando como “da família” rs.

Me apeguei muito ao tempero dela, e está sendo difícil a readaptação.

Apesar de só ter um lugar para comer, o cardápio é bem variado: carne de sol, peixes, frutos do mar… só não tinha caranguejo, porque está na época do defeso 🙁

Tudo fresquinho, delicioso, e MUITO barato. Sério gente, chega a conta e você não acredita no preço!

– O que fazer?

O principal atrativo é o passeio de barco. Os barqueiros geralmente cobram entre R$ 100,00 e R$ 150,00 pelo passeio, que pode durar até o dia inteiro – dependendo do que vocês combinaram. Esse valor é pelo passeio, não por pessoa. Então se você juntar um grupinho de cinco ou seis, fica bem barato.

Nesse passeio eles levam você para os melhores lugares para tomar banho de mar, rola uma visita à salina, passa pela Ilha das Cabras, pelas dunas, por Galinhos e outros lugares que aparecem na paisagem. Sim, porque como as dunas são móveis, a paisagem está sempre mudando.

Só uma dica: Não contratem um barqueiro chamado Ivanaldo! Foi o que contratamos da última vez, e me arrependi  MUITO. Ele não cumpriu o combinado, nos tratou mal, e não tem a mínima capacidade de lidar com gente.

O melhor a fazer é pedir indicação do César, na pousada, de um barqueiro gente fina.

Outra coisa legal para se fazer é caminhar na praia durante a maré baixa, e ficar de molho nas piscinas naturais que se formam no caminho.

À noite não tem absolutamente nada pra fazer na cidade (nem era meu objetivo), então aconselho a vocês levarem jogos, baralho, vinhos, biritas e outros dispositivos de entretenimento. O mais legal deles seria uma namorado. Eu levei e foi ótimo kkkkkk.

Na pousada tem alguns caiaques para quem se aventura a remar (eu morro de preguiça), e você pode fazer também sandboard nas dunas (outra coisa que não ouso fazer porque a preguiça não deixa).

É basicamente isso, gente!

O lugar é lindo e vale a pena conhecer.

Se alguém aí conhece Galos e tem mais dicas para dar, favor compartilhar nos comentários!

E se algum de vocês forem la conferir minha indicação, me conta se gostou, ok?

😀

 

36
  • Compartilhe  →

Férias =D

Posted on

Oi gente!

Como vocês estão vendo, o ritmo de atualizações está lentinho aqui no blog.

O principal motivo – além da preguicinha de fim de ano – é que estou aproveitando para fazer algumas coisinhas na “vida real” que estão ocupando todo o meu tempo.

Até sexta-feira eu meu dei férias, e agora estou passando uns dias nesse paraíso aqui, ó

Enquanto o blog não volta ao ritmo normal, vale a pena dar uma conferida no post gigante que fiz com a retrospectiva 2011.

Tem os melhores posts do ano, e muita coisa pra ler. É só clicar.

beijos!

😀

5
  • Compartilhe  →