Mais looks que eu escolhi na Clarim =)

Posted on

 

O último post que fiz com as peças da coleção nova da Clarim ficou com gostinho de quero mais, né?

Tantas peças lindas, modelagem boa e preços bem amigos. Então aqui vão mais alguns looks que eu amei e escolhi para postar aqui no blog.

Nâo preciso nem dizer que o meu preferido foi o macacão, ne?

Também AMEI esse último vestidinho 🙂

E vocês? Gostaram mais de qual?

Escolhi peças que têm um caimento legal e vestem bem. Ultimamente ando muito chata com modelagem e caimento de roupa. Impressionante como muda o visual ter cuidado com ombro no lugar, costuras retinhas, cinturinha ajustada…

Lembrando que as peças novas chegaram às duas lojas da Clarim – Cidade Jardim e Salgado Filho.

Para acompanhar todas as novidades é só curtir a página da Clarim no Facebook, que todo dia tem peças novas por lá.

 

20
  • Compartilhe  →

Fim de semana em Natal =)

Posted on

Enquanto o meu vídeo sobre o fim de semana em Natal fica pronto, vou postando algumas fotos pra vocês sentirem um pouquinho de como é maravijosa a minha cidade e como foram legais esses dias por lá.

A praia de Ponta Negra, super maltratada, sem estrutura, o calçadão destruído, mas a beleza natural ainda resiste…

Café da manhã na minha casa, feito por mãinha. Com canjica, cuscuz e tapioca. O melhor do mundo! ♡

Uma passadinha em Tibal do Sul, no Pipa Privilege. O hotel tem uma área de lazer bem gostosa, com uma piscina em cima da falésia. Comi uma paella deliciosa e lá fazem as melhores caipirinhas de uva verde!

O visual lá de cima da falésia …

Um dia inteiro com vento, sal e cloro da piscina no cabelo. Chegar em casa e morrer de preguiça de desembaraçar os cachos kkkk

Uma passadinha em Pipa para comprar as melhores balas de côco do universo!

Tomar uma cerveja no Café Salão, o espaço mais incrível da cidade, o salão de beleza/bar mais lindo do mundo!

Uma micareta gastronômica! Começando com o maravijoso camarão empanada do Bar do Suvaco!

O camarão crocante com risoto de brie do restaurante Camarões. A coisa mais deliciosa que você vai provar na sua vida. Vai por mim! Não deixe que sua existência neste mundo chegue ao fim sem ter provado ao menos uma vez esse prato…

E se você gosta de comida regional (eu amo!), delicinhas com sabor de nordeste, não pode deixar de fazer um pratinho com carne de sol, macaxeira, feijão verde, pirão de queijo e farofa d’água.

Você pode pagar muito por isso nos restaurantes de comida típica arrumadinhos e cheios de turista, mas pode ir ali no U 1000 D Tião (sim, o lugar se chama Humilde Tião e se escreve assim kkkkkk) e comer tudo isso por R$ 12,00 😀

Mas só vá se você é do tipo “livre de frescura” e curte mesa de plástico na calçada e buteco. Eu amo ♡

Só gente fina, elegante (nem todos) e sincera que morre de saudade de mim 😀

 

Just amazing ♡

7
  • Compartilhe  →

Curso imperdível no fim de semana em Natal!

Posted on

 

Gente, no fim de semana vai ter um curso muito bacana em Natal para quem curte marketing digital, trabalha ou quer trabalhar nessa área.

Eu já fiz um curso com Glebe Duarte e foi muito bacana. Inslusive, na época eu nem trabalhava com marketing digital mas o curso acabou me ajudando muito quando vim pra São Paulo e comecei a trabalhar como redatora numa agência de comunicação digital.

Dessa vez o assunto do curso é criação de campanhas digitais. Acho que vai ser muito rico e interessante. Aproveita!

Vai ser sábado e domingo, na Av Prudente Morais, 774, Ed Empresarial Giovanni Fulco, piso G1, Tirol.

Tem o programa completodo curso, formas de pagamento e outras informações aqui http://www.glebeduarte.com.br/cursos/

1
  • Compartilhe  →

Dia dos Namorados Clarim

Posted on

Gente, a Clarim está em clima de Dia dos Namorados e cheia de peças lindas ♥

Desejei várias coisas dessa coleção!

Se você tem uma namorada, ainda não escolheu o presente dela e rola aquela insegurança “o que será que ela gostaria de ganhar?” Fica a dica: Ela sempre vai gostar de roupa, sapato e maquiagem.

Ok, tem as exceções (tem mesmo? será?) mas é absurdamente difícil que sua namorada odeie ganhar um desses presentes.

O bacana é que lá na Clarim você pode pedir ajuda para as vendedoras que elas vão super te orientar a escolher o presente perfeito.

E eu ajudo daqui, mostrando os looks que mais gostei. Vamos lá? 😉

Ah, e se você não tem namorado, compre um presentinho para você mesma e curta super linda a fase solteira.

Escolha um look lindo na Clarim e chame as amigas para ver as primeiras temporadas de Sex and The City tomando bons drink. É impossível não ser uma solteira feliz vendo Carrie e as amigas na melhor fase 😉

10
  • Compartilhe  →

A arte de Jackie Ilustra

Posted on

Comecei a prestar atenção no trabalho de Jackie quando alguns amigos começaram a compartilhar as ilustrações dela no Facebook.

A cada nova aparição dela na minha timeline, era uma coisa ainda mais fofa que a anterior. O traço de Jackie é bem lúdico, aquela coisa que lembra um desenho de criança, um tipo de imagem que está na memória de todo mundo de alguma maneira.

O fofurômetro vai lá em cima, ó…

Já me imaginei criando uma coleção de roupas e encomendando croquis nesse estilo de desenho ♥

Quando ela começou a fazer ilustrações inspiradas nas fotos das pessoas, aí eu achei mais lindo ainda!

E  fiquei curiosa para saber quem era essa moça com quem eu tinha tantos amigos em comum, e como eu ainda não conhecia um trabalho tão legal, mesmo morando na mesma cidade que ela.

Daí mandei uma mensagem para a Jackie no Facebook e pedi para que ela me respondesse uma pequena entrevista por email para eu publicar aqui no blog.

O trabalho dela é um encanto e merece ser divulgado e conhecido por mais gente.

Então, se vocês ainda não conheciam, conheçam agora Jaqueline dos Santos Monteiro, a Jackie Ilustra 🙂

Salto Agulha: Primeiro a pergunta que você deve sempre ouvir: Como você começou a desenhar? Desde pequena? Alguém ensinou? Fez algum curso? 

Jackie Ilustra: Minha vida com esse mundo da arte de desenhar começou bem pequena. Minha prima que hoje é arquiteta (Marcia Rossana) morou um tempo na minha casa e gostava muito de desenhar, eu ficava fascinada com os desenhos e queria muito fazer igual, isso me levou a tentar e exercitar bastante. 

Meu pai também gostava muito de desenhar e minha mãe tinha muita habilidade com trabalhos manuais, isso me motivou muito, porque tudo que se observa em casa de uma forma ou de outra interfere nas suas decisões. 

Um dia minha mãe pediu folga no trabalho e me levou no Solar Bela Vista, lá haveria uma prova de aptidão para quem quisesse fazer o curso de desenho, ao passar no teste e começar de fato a fazer parte daquele mundo, imerso a materiais como papeis, carvão, tinta nanquim e tantos outros, me apaixonei ainda mais pela arte de desenhar. 

Depois disso também fiz curso de desenho de observação e história da arte na Capitania das Artes, durante uns dois anos e só parei porque precisei começar a trabalhar, mas nunca deixei de desenhar, nem que fossem alguns rabiscos. 

SA: Em que momento você percebeu que poderia trabalhar com isso? Você ja teve ou tem outro trabalho paralelo? conseguia/consegue conciliar os dois?

JI: Trabalhei dois anos com contabilidade, mais precisamente no setor fiscal, em um escritório Contábil. Em seguida numa loja de veículos e depois disso trabalhei durante sete anos em uma Universidade particular aqui de Natal. Lá me formei em Design Gráfico e foi aí que descobri minha real vocação e larguei tudo pelo sonho que hoje está se tronando realidade de trabalhar somente com a ilustração. 

SA: Fala um pouco de você, onde nasceu (é de Natal mesmo?) o que gosta de fazer (além de desenhar)?

JI: Sou de Natal/RN, embora todos sempre perguntem se eu realmente sou daqui, nuca entendi muito bem isso…Nasci e me criei nessa cidade linda e gosto muito daqui. Amo música, já pensei em cantar , estou montando um projeto com um amigo que iremos lançar ainda esse ano, essa paixão me leva a sempre escutar muita música, quando estou desenhando e quando estou de bobeira, os ritmos me acompanham de acordo com meu humor, quem me conhece bem, sabe quando estou mal humorada ou feliz, pelas músicas que eu escuto. 

Amo o Bairro da Ribeira e todos os eventos que tem lá. Gosto de ler, mas leio pouco, adoro conhecer gente nova, mesmo que por um momento em uma parada de ônibus, na fila do banco, tem sempre uma história legal para ser ouvida. Amo cinema, gosto de assistir filmes em casa, mas o prazer de ir ao cinema tem um sabor totalmente diferente para mim. Gosto de rir com os amigos e estar ao lado das pessoas que me amam. 

O mar é como um balsamo para mim, sou neta de pescador por parte de pai e mãe, talvez dai essa minha ligação com o mar. Embora more em uma cidade de lindas praias tenho ido pouco a elas, mas sempre que vou é uma sensação única para mim. 

SA: Como é a sua produção? Você tem hora certa no dia para desenhar ou é quando vem a inspiração? Como é o processo criativo?

JI: Sempre que recebo um e-mail ou pedido pelo face, faço uma pesquisa de imagens para me inspirar. Sempre escutando música, gosto muito de desenhar ao som deTiê, Thiago Petti, Tulipa, Marcelo Jenessi e tantas outros músicos bons que tem surgido. Quando as idéias estão se formando, começo os esboços e dependendo da criatividade do momento já termino o trabalho. Começo a trabalhar pela manhã, mas não tenho hora para acabar. Atendo muito aos meus instintos e vai muito deles me dizer quando devo parar.

SA: Como você começou a trabalhar com ilustrações? De onde veio o primeiro convite e como você conseguiu clientes?

JI: A primeira ilustração em aquarela que eu fiz foi no evento de apresentação do portfólio na Faculdade. Foi sem muita intenção de que desse certo porque na faculdade eu trabalhei muito mais com arte digital do que no papel, mas queria um trabalho que fosse diferente no meu stand e na tarde anterior ao evento fui ao centro, comprei material e criei as tela que fizeram o maior sucesso no dia.

Fiquei muito feliz com o resultado e muito mais com a reação das pessoas. Isso me motivou a querer fazer mais telas e aprimorar aquele trabalho. A partir daí eu comecei a divulgar o trabalho pelo face, montei minha page e os primeiros clientes foram surgindo. As parcerias com outras pages foram acontecendo e o meu trabalho foi se tornando cada vez mais conhecido. 

As duas primeiras ilustrações de Jackie. Já começou bem, né? 

SA: Você tem um traço bem característico. Acho que cada desenhista tem o seu, mas como você fez pra desenvolver isso? Foi natural ou você perseguiu essa forma?

JI: Sempre tive esse traço mais ligado ao lúdico, mas não foi sempre que eu aceitei. Queria que meu traço fosse diferente e ao entrar em conflito com isso perdi muito tempo achando que meu trabalho não teria aceitação com o publico adulto. Quando resolvi aceitar o meu traço, percebi que independente da faixa etária as pessoas simplesmente gostavam do que viam e eu pude ir me  aperfeiçoado com um tempo e tudo se tornou mais prazeroso. 

SA: O que você mais gosta de desenhar?

JI: Gosto de desenhar pessoas e isso não é de hoje. Persigo essa paixão desde o primeiro momento em que comecei a desenhar.

E falando em desenhar pessoas, olha que linda que eu fiquei de ilustração ♥♥♥

A Jackie me fez essa surpresa quando eu mandei o convite para a entrevista. Achei tão fofo, mas tão fofo! Tô doida para colocar num quadrinho na minha parede, ou num porta-retrao na penteadeira que terei em breve 😀

É isso gente. Esse é o trabalho bacana que eu queria que vocês conhecessem hoje. Fiquei super feliz e orgulhosa com a Jackie fazendo uma coisa tão bacana em Natal.

Ah, mas é claro que ela aceita encomendas de todos os cantos do mundo, viu? Vai lá na página dela no Facebook (Jackie Ilustra) ou nesse site para fazer um pedido.

Acho que é um presente incrível e super personalizado dar uma ilustração assim para alguém. Fica a dica.

 

5
  • Compartilhe  →