Gastronomia em Natal: Novos lugares para conhecer!

Posted on

Mês passado eu estive em Natal durante um mês inteirinho de férias e aproveitei para conhecer alguns lugares novos que abriram na cidade (novos pra mim né, alguns já inauguraram há muito tempo hehehe).

Primeiro devo dizer que fico muito feliz cada vez que vou visitar minha família e vejo o tanto de coisa bacana que está abrindo na cidade! Meus amigos me falaram de vários lugares para conhecer, mas não deu tempo ver tudo. Em parte porque fiquei muito tempo em casa – onde meu pai faz churrascos deliciosos – e também porque acabo indo muito aos restaurantes que já conheço, já amo e morro de saudade – o Camarões, no caso. Também conhecido como “o melhor restaurante do mundo segundo Gladis Vivane“.

Mas, vamos às novidades?

GO! TEMAKERIA

Go Temakeria

Fui conhecer a Go! Temakeria bem por acaso. Fica perto da casa do meu namorado e um dia passamos na frente e resolvemos entrar. Como sou muito exigente (fresca, na verdade) com comida japonesa, sempre vou aos lugares que já conheço e confio. Entrei nesss temakeria meio sem expectativas, só pra conhecer mesmo e achava que não ia ser lá grandes coisas.

Mas me surpreendi com a variedade de temakis e a qualidade dos pratos! Todos muito bons, com destaque para esse da foto, que eu acho que se chama Double Go. São dois temakis quem têm filé de salmão maçaricado no lugar da alga (não simpatizo muito com a alga, por isso quase sempre peço um “temaki aberto” que é só o recheio, servido no prato. Mas esse aí resolveu meu problema com a alga da maneira mais deliciosa possível!).

Dentro desse temaki tem camarão e cream cheese e ele é servido com molho tarê e cebolinha. Uma delícia! Sem dúvida um dos melhores temakis que já comi na vida!

Ah, outro atrativo é o preço: esse da foto custa R$ 18,00 e os demais R$ 15,00 em média. Muito honesto!

Vai lá:

Go! Temakeria

Rua Potengi, 636, Petrópolis

www.gotemakeria.com.br

 

FIO DE AZEITE

Fio-de-azeite

fio-de-azeite-natal

Um tempo atrás eu fiz um guia de restaurantes light e diet em Natal, que fez o maior sucesso aqui no blog. Fiquei de fazer uma segunda parte com lugares que não entraram na primeira lista, mas acabei mudando pra São Paulo sem concluir a parte 2.

Nessas férias em Natal notei que o número de restaurantes especializados em refeições leves e saudáveis na cidade deve ter triplicado! Isso é ótimo porque tem muita variedade e pratos cada vez mais gostosos para comer sem assassinar a dieta.

Um desses novos lugares é o Fio de Azeite. O restaurante é muito charmoso, a decoração é uma graça! A comida é muito gostosa e o cardápio tem combinações bem interessantes de ingredientes. Na verdade o que mais gostei desse lugar foram as saladas. Bem servidas (para não dizer GRANDES do jeito que eu gosto hahaha), ingredientes fresquinhos e deliciosos!

Os pratos são gostosos, mas as saladas são mais. Acho que, por serem super saudáveis, falta um sal e um tempero nas carnes. Mas a salada de camarão, nossa, te contar viu – maravilhosa!

É um lugar bem legal para marcar um almoço ou jantar com os amigos, socializar sem enfiar o pé na jaca. Só tenho uma ressalva a fazer: demora muuuuuito! Acho que tem pouca gente na cozinha, não sei, mas peça uma entrada antes ou não vá com muita fome. De toda forma é bem gostoso e a espera vale a pena 😉

Vai lá:

Fio de Azeite

Rua Ceará-Mirim, esquina com a Rodrigues Alvez 

(Não tem site, o telefone é (84) 2030 2939)

 

MEU BARRACO BOTECO BISTRÔ

meu barraco Caipilé de cajá, a deliciosa caipirinha que tem um picolé de cajá dentro – amor eterno <3

meu barraco2 O frango à passarinho é servido dentro dessa gaiolinha – melhor apresentação de prato!

meu barraco3 “Temaki” de boteco, com massa de pastel recheada com shitake!

O Meu Barraco Boteco Bistro foi um dos lugares mais incríveis que já visitei nos últimos tempos. Infelizmente estava sem a câmera no dia e as fotos foram feitas do celular. Como era noite e lá é meio escuro, ficou uma bela bosta hahahahaa. Mas releve as fotos e foque na comida! Tudo no Meu Barraco é absurdamente delicioso!!!

O boteco fica nos fundos de uma casa (acho que é a casa da chef responsável pelo cardápio) e é um pouco difícil de explicar como chegar. O melhor é pegar o endereço e jogar no google maps. Não tem erro!

A ideia do lugar é servir comezinha de boteco simples, mas com uma execução super refinada. Pelo menos foi essa a impressão que me passou. O ambiente é descontraído e as mesas são poucas. Lota bem rápido, então é melhor ligar e fazer uma reserva.

Tudo que provamos estava impecável. A caipirinha de cajá que vem com um picolé dentro é dos deuses! E o picolé de frutas é natural, feito no Meu Barraco mesmo, gostinho de fruta de verdade. Perfeito!

O frango à passarinho vem dentro de uma gaiolinha, a coisa mais fofa! Super crocante, saquinho, sem escorrer óleo. Pedimos também uma porção de mini churros com frango e bacon e outros tira-gostos que não fotografei. Tudo estava delicioso e o preço é bem justo. Recomendo fortemente esse lugar e me arrependi de não ter voltado lá antes de vir pros Estados Unidos. Ando sonhando com essas comezinhas de boteco todos os dias!

Vai lá:

Meu Barraco Boteco Bistrô

Rua Justino Xavier de Souza, 2215, Lagoa Nova

(Não tem site. Os telefones para reserva são (84) 3081-4678 / 9412-5677 / 8815-4320 )

 

Fora esses três lugares, também fui ao Labiata, em Ponta Negra. Mas a comida demorou tanto a chegar (coisas de três horinhas esperando o prato, besteira né rs) que nem me animei em fotografar. O ravioli de abóbora com camarão que comi estava delicioso, uma pena ter demorando tanto.

Um dos donos me mandou mensagem no Facebook depois, explicando que a casa estava passando por uma reformulação e estavam precisando de gente na cozinha, daí a demora. Mas disse que o problema seria resolvido rapidamente. Como a comida é MUITO gostosa, recomendo que vocês vão lá conhecer e me digam se melhorou, porque quero voltar!

Outro lugar que visitei – e esse não pretendo voltar – foi o Benditas Buteco. Fui lá por indicação de vários amigos. Cheguei e estava quase cheio, só tinha uma mesa vazia em um lugar não muito legal. Daí me dirigi ao garçom e perguntei se seria possível arranjar uma mesa para nós e ele nem sequer se deu ao trabalho de parar para falar comigo. Saiu andando e gritou “tem mesa não!”.

Apesar de ter desanimado um pouco com a acolhida (ou falta de) perguntei se poderia esperar no balcão e pedir alguma bebida por enquanto, e se ele tinha ideia de quanto tempo demoraria até ter uma mesa livre. Isso tudo ele sem parar peara falar comigo e eu rodando atrás dele no restaurante, implorando por uma informação. Aí ele mandou uma “você não tá vendo que tá cheio? Se quiser ficar aí fique mas não vai ter mesa não”.

Era a deixa pra eu ir emboras e nunca mais voltar lá, né? Beijos, Bedita! Foi bom não te conhecer! Hahaha

É isso gente, não é uma lista longa, mas já é alguma coisa, né? Faltaram muitos lugares para conhecer, como o Wayne’s Burger (hamburgueria da qual ouvi falar super bem) e o Enquanto Seu Lobo Não vem, que é de comida saudável também. Mas foi o que deu pra fazer entre compromissos familiares e dias de preguiça curtindo a brisa de Natal 🙂

4
  • Compartilhe  →

La France, meu primeiro brechó na Flórida!

Posted on

CAPAF

No último fim de semana (que foi o meu segundo aqui) fomos conhecer Tampa Bay, uma simpática cidade que fica a 110km de Orlando, mais ou menos 1 horinha de carro.

A Baía de Tampa tem um arzinho fofo de cidade antiga, que surgiu a partir do mar.  Fica na costa oeste da Flórida e é banhada pelas límpidas águas do Golfo do México. Há muito o que fazer na região, desde as praias às atrações culturais que incluem ótimos museus e teatros. Mas, como fui dirigindo e não queria voltar tarde, resolvi ficar só pelo centro mesmo.

Dei uma pesquisada na internet antes e achei muito interessante uma região do centro de Tampa chamada Ybor CitY. O bairro é conhecido como “a capital mundial do charuto” e é um Patrimônio Nacional Americano!

O turista pode visitar famosas fábricas de charutos autênticos e feitos à mão e voltar um pouco no tempo. Tem vários restaurantes de comida cubana (eu comi um delicioso sanduíche com pãoo cubano e quesadillas de lagosta com camarão!!!) e as ruas são muito bonitinhas.

Foi andando nessas ruazinhas que vi, de longe, uma vitrine com uns vestidos vintage maravilhosos e meu coração bateu mais forte: assim, sem querer, tinha encontrado meu primeiro brechó na Flórida!!!

SONY DSC Vitrine do brechó La France no sábado em que estive lá 

O La France é um brechó com um acervo enorme de peças vintage e uma parte que vende roupas novas mas com design retrô. Tem réplicas de vários modelos clássicos de saias e vestidos de época.

O lugar é bem grande e a variedade de peças é de enlouquecer! Eu quis provar tudo que aparecia pela frente. A única dificuldade é a numeração. Tem que ire provando e se não servir pedir a ajuda das vendedoras. Pra vocês terem uma ideia, tiveram peças XS (que seria um PP) que me serviram e XL (que seria um GG) também! Hahahaha

faacebolsas Os vestidos que eu mais gostei e um dos arranjos lindos de cabeça 

Os preços variam entre 100 e 180 obamas um vetado. O arranjo de cabeça estava por 28 obamas. Não é barato, ainda amais na terra dos outlets, onde as pessoas compram roupas por 2 dólares. Mas são peças diferenciadas, com design muito específico, que a gente não encontra em todo lugar. Então acho que vale a pena garimpar uns vestidos por lá 😉

brecho-na-florida Salão principal do La France: muita coisa pra gente garimpar e viajar no tempo <3

brecho-florida

SONY DSC Acessórios de todos os tipos!

Ah e não tem só moda feminina no brechó. Tinha tanta coisa linda pros boys, que eu tive vontade de comprar tudo pra montar meu namorado como um dandy! Pena que ele não usaria nada que eu levasse hahaha. Mas tem muitos ternos lindos, gravatas, suspensórios e a maior coleção de chapéus maravilhosos que eu já vi!

cd

Então, se você tem uma quedinha por coisas retrô, inclua Tampa Bay e o brechó La Frande na sua próxima visita à Flórida 😉

Vai lá:

1612 E Seventh Avenue, Historic Ybor City, FL 33605

 

0
  • Compartilhe  →

Txau São Paulo, oi mundo!

Posted on

photo2

Quando eu mudei pra São Paulo, em fevereiro de 2013, escrevi algumas vezes sobre a mudança e como foi me apaixonar pela cidade. Quem lê o blog há algum tempo sabe que sou inquieta e vivo procurando me meter em coisas novas. Há alguns anos eu sentia essa vontade de sair de Natal e ter uma experiência profissional “fora de casa”. Não que eu não goste da minha cidade. Na verdade, eu amo Natal! Mas precisava mesmo de novos ares e queria trabalhar com moda e comunicação de uma maneira que eu não via como viabilizar na minha cidade.

Sendo assim, parti para São Paulo no ano passado sem nenhuma certeza de que daria certo, mas muito curiosa e animada para tentar o que aparecesse no meu caminho. Fiquei uns dias na casa de um amigo querido que me abrigou na chegada (Apyus, te devo uma pro resto da vida e eu sou uma Lannister. Os Lannisters sempre pagam suas dúvidas) e fui procurar trabalho e lugar pra morar.

Tudo deu certo de uma maneira que eu nem esperava que desse. Conheci pessoas maravilhosas, fiz amigos, trabalhei com gente muito bacana – e outras nem tanto! – e em poucos meses estava vivendo uma realidade totalmente diferente da que sempre tive. Morando sozinha, me virando, aprendendo a cozinhar, trabalhando com moda e jornalismo do jeito que eu queria, pagando meu próprio aluguel e essas coisas todas de gente adulta 😛

Esse texto todo é só pra dizer que agora acabei de me mudar de novo. Depois do primeiro ano em São Paulo aquela inquietude voltou. Um belo dia estava com a minha colega que era redatora na mesma agência – e virou uma grande amiga <3– e a gente começou a conversar e perceber como estávamos infelizes naquele trabalho. Tudo tinha mudado, ou a gente não tinha percebido que desde sempre era tudo um grande truque? Não importa, o fato é que a gente não se via mais ali. É muito triste quando a sua força de trabalho só serve pra encher o bolso – e a bola- de uma pessoa que não presta, né? Então nesse dia caiu a ficha e nós decidimos que iríamos procurar outro trampo.

Alguns minutos se passaram e o telefone dela tocou. Recebemos uma proposta de trabalho que era também uma mudança e tanto! Passar seis meses fora do país, produzindo conteúdo para um site que estava sendo concebido.

É claro que a gente aceitou!

E aqui estamos nós. Viemos produzir conteúdo para um blog que está sendo criado, cujo objetivo é desvendar a cidade de Orlando e arredores para o público brasileiro. Estamos vivendo a cidade, o american way of life e descobrindo coisas bacanas que valem a pena ser compartilhadas.

Esse texto todo é uma breve explicação do que estou fazendo agora e o porquê da minha mudança, já que meus amigos e a galera que lê isso aqui se mostrou bastante preocupada perguntando repetidas vezes “… mas você foi embora de São Paulo? Mas porqueeee???”.

Calma, gente! Estou passando uns meses fora, viajando e escrevendo para esse projeto novo. A pauta não poderia ser melhor: turismo, gastronomia, lifestyle, moda, compras, Disney, praias e tudo mais que a Flórida pode nos proporcionar!

Em breve divulgo aqui o endereço no blog para vocês acompanharem o site e no fim do ano estarei de volta pra São Paulo, para continuar a nossa Love Story <3

Beijos e obrigada pela torcida de todo mundo!

12
  • Compartilhe  →

O primeiro vídeo do blog! ♥

Posted on

 

Com tanto tempo de blog (sim, eu sou uma blogayra old school e estamos aqui conversando desde 2009) eu ainda não tinha feito nenhum videozinho!

Mas, antes tarde do que nunca, agora existe um canal do blog no Youtube e já temos nosso primeiro vídeo: um resumo do meu fim de semana em Natal ♥

Aperta o play e aí e se diverte comigo!

(Ah! Coloca em tela cheia pra ver em HD pra ficar tudo mais lindo 🙂 )

Quem curtiu não deixa de seguir o canal do blog no Youtube, ta?

E estou aceitando sugestão de temas para os próximos vídeos 😉

 

10
  • Compartilhe  →

Fim de semana em Natal =)

Posted on

Enquanto o meu vídeo sobre o fim de semana em Natal fica pronto, vou postando algumas fotos pra vocês sentirem um pouquinho de como é maravijosa a minha cidade e como foram legais esses dias por lá.

A praia de Ponta Negra, super maltratada, sem estrutura, o calçadão destruído, mas a beleza natural ainda resiste…

Café da manhã na minha casa, feito por mãinha. Com canjica, cuscuz e tapioca. O melhor do mundo! ♡

Uma passadinha em Tibal do Sul, no Pipa Privilege. O hotel tem uma área de lazer bem gostosa, com uma piscina em cima da falésia. Comi uma paella deliciosa e lá fazem as melhores caipirinhas de uva verde!

O visual lá de cima da falésia …

Um dia inteiro com vento, sal e cloro da piscina no cabelo. Chegar em casa e morrer de preguiça de desembaraçar os cachos kkkk

Uma passadinha em Pipa para comprar as melhores balas de côco do universo!

Tomar uma cerveja no Café Salão, o espaço mais incrível da cidade, o salão de beleza/bar mais lindo do mundo!

Uma micareta gastronômica! Começando com o maravijoso camarão empanada do Bar do Suvaco!

O camarão crocante com risoto de brie do restaurante Camarões. A coisa mais deliciosa que você vai provar na sua vida. Vai por mim! Não deixe que sua existência neste mundo chegue ao fim sem ter provado ao menos uma vez esse prato…

E se você gosta de comida regional (eu amo!), delicinhas com sabor de nordeste, não pode deixar de fazer um pratinho com carne de sol, macaxeira, feijão verde, pirão de queijo e farofa d’água.

Você pode pagar muito por isso nos restaurantes de comida típica arrumadinhos e cheios de turista, mas pode ir ali no U 1000 D Tião (sim, o lugar se chama Humilde Tião e se escreve assim kkkkkk) e comer tudo isso por R$ 12,00 😀

Mas só vá se você é do tipo “livre de frescura” e curte mesa de plástico na calçada e buteco. Eu amo ♡

Só gente fina, elegante (nem todos) e sincera que morre de saudade de mim 😀

 

Just amazing ♡

7
  • Compartilhe  →