Vídeo – Aprenda a fazer uma tiara de Carmen Miranda super fácil e linda!

Posted on
carmen miranda DIY

Me animei com os DIYs e fiz mais uma tiara maravilinda pra vocês aprenderem e arrasarem no look de carnaval! Depois de Frida Kahlo, foi a vez de me inspirar em Carmen Miranda – nosso ícone máximo de todos os carnavais ♥ 

O passo a passo é super simples! Você só precisa de frutinhas de plástico ou isopor (que encontra em lojinhas de 1,99), uma tiara e a sua criatividade para combinar tudo. Clica no play e depois me diz o que achou do resultado? 😉

 

Para acompanhar tudo do blog:
Facebook ♥ Pinterest ♥ Instagram Youtube 

0
  • Compartilhe  →

5 marcas independentes que eu conheci e me apaixonei através do Instagram

Posted on
marcas independentes

As mídias sociais são canais incríveis de divulgação para quem sabe contar histórias e encantar pessoas. Eu amo descobrir coisas novas – tanto que curadoria de conteúdo é o foco principal do meu trabalho de marketing digital [Se você quiser saber mais sobre o que eu faço profissionalmente, dá uma bisbilhotada aqui no site da minha empresa 🙂 ].

Foi rolando meu feed do Instagram que conheci quase todas as marcas das quais virei cliente nos últimos dois anos. E quase todos os dias descubro uma marca nova, uma ideia empreendedora, um artista independente que com trabalho incrível… Sempre penso “meu deus, tenho que escrever sobre essa marca maravilhosa”, mas aí a rotina me engole e eu acabo esquecendo. Massss, não em 2017!

Esse ano eu estou bombando com as listas de organização e conseguindo ser bem mais produtiva! Vocês devem ter notado que tá rolando post com muito mais frequência e o canal do Salto Agulha no Youtube está cheio de vídeos novos 😉

E, nesse clima, eu estou anotando todas as coisas legais que tenho visto para, ao fim da semana, preparar posts com tudo que me inspirou. Então vamos lá conhecer 6 marcas que eu conheci através do Instagram e viraram minhas preferidas?

Tout Joalheria Do ano passado pra cá tenho me pego fazendo escolhas bem minimalistas. Os acessórios da Tout Joalheria Artesanal apareceram no meu feed e foi amor à primeira vista. Ainda não comprei nada, mas tenho várias coisas na minha lista de desejos! A marca é pernambucana e tem uma loja online que envia suas peças para o Brasil todo. Na contramão do fast fashion, a Tout acredita em uma produção artesanal, pensada nos mínimos detalhes, com uma estética atemporal, simples e ao mesmo tempo sofisticada.

A designer e criadora da marca, Sthefany Passos, é jornalista de formação e criou a Tout para dar vida ao seu lado criativo e empreendedor. Aí já rolou aquela super identificação da jornalista aqui que abandonou as redações para empreender também e fiquei ainda mais apaixonada pela marca.

Os preços são muito honestos, o Instagram tem um feed lindo e inspirador e a marca transparece ser daquelas que se preocupa em manter a essência muito mais do que só vender acessórios. Vale a pena acompanhar!

♥ Site: www.lojadatout.com.br
♥ Facebook: Facebook.com/toutjoalheriaartesanal
♥ Instagram: Instagram.com/instadatout

amanda mol A primeira vez que vi o trabalho da ilustradora Amanda Mol, lembro de ter me sentindo abraçada por aqueles desenhos lindos! Foi no insta de uma amiga, que compartilhou um dos seus caderninhos. Como louca por papelaria que eu sou, passei a seguir a moça e me encantar cada vez mais com o trabalho dela. Aí ela passou a diversificar os produtos que oferece, até começar a fazer essas meditadoras lindas que eu estou paquerando para o meu cantinho da yoga aqui em casa ♥ 

O caderno de croquis também é um mimo – e eu vi na semana em que comecei a aprender a costurar! Aí eu fico pensando como é que ela pode acertar tanto e criar coisas tão dentro do meu timming hahahaha

A Amanda vende online e também faz oficinas maravilhosas de ilustração e jardinagem. Acompanhar o Instagram dela é ter uma diária de inspiração e leveza – tudo que a gente quer para deixar o nosso dia a dia mais gostoso, né?

♥ Site: www.amandamol.com.br
♥ Facebook: Facebook.com/mol.amanda
♥ Instagram: Instagram.com/molamanda

gioconda clothing Quando li em algum post do Instagram da Gioconda Clothing que eles faziam roupas para quem adora ficar em casa, pensei: “Minha deusa, fizeram uma marca pensando em mim!” 😀 A primeira coisa que eu amei foram as calcinhas de algodão em estampas lindas, florais delicadinhos, e aquela carinha de roupa que você veste e nunca mais quer tirar.

Eles fazem kimonos, shortinhos, blusas soltinhas, tudo leve, delicado, uma vibe de roupa deboísta que eu AMO. E tem esse manifesto que é a coisa mais linda que você vai ler hoje nesse mundão da internet.

É uma marca que tem como base conceitos que são muito importantes pra mim hoje, como feminismo, slow fashion e liberdade. E faz tudo isso de maneira leve e inspiradora. Sou apaixonada pela Gioconda e tenho certeza que vocês vão amar também!

♥ Site: www.giocondaclothing.com.br
♥ Facebook: Facebook.com/giocondaclothing
♥ Instagram: Instagram.com/giocondaclothing

Studio MR Jobim Eu tinha dois sonhos na vida: Aprender a costurar e aprender a desenhar/ilustrar. Do primeiro eu já estou cuidando, mas o segundo ainda está no campo das ideias e não sei se vou ter destreza para colocar em prática rs.

Mas, se desenhista eu fosse, eu queria ter exatamente esse traço da Maria Ruth do Studio MR Jobim 🙂 As ilustrações são lindíssimas, com uma pegada forte de moda, e rendem itens irresistíveis – como as capinhas de celular e caderninhos tipo moleskine (tudo à venda no site dela). Um perigo para um colecionadora de cadernos e bloquinhos como eu!

♥ Site: www.studiomrjobim.com
♥ Facebook: Facebook.com/studiomrjobim
♥ Instagram: Instagram.com/studiomrjobim

carolina ancasy Cês sabem que eu amo um look retrô, né? E que é bem difícil encontrar marcas com essa pegada, mas que se preocupem também com modelagem e acabamento. Na minha opinião, a maioria das marcas “retrô” fazem fantasia de época de má qualidade.

Bom, esse definitivamente não e o caso da Carolina Ancasy! A marca é um afago no coração de quem gosta dessa estética com inspiração antiguinha e uma pegada romântica e delicada. O feed deles é cheio de fotos da produção e do dia a dia da marca, sempre compartilhadas com muita leveza e poesia. Os tons pastel e os tecidos delicados fazem parte de quase todas as peças e é difícil escolher as preferidas – tudo é lindo! Mas os vestidos com gola peter pan são meus objetos de desejo do momento.

Se você lê este humilde blog é possível que divida comigo esse amor pelo retrô, então tenho certeza que você também vai se apaixonar pela Carolina Ancasy!

♥ Site: www.carolinaancasy.com.br
♥ Facebook: Facebook.com/carolinaancasy
♥ Instagram: Instagram.com/carolinaancasy

 

Todas as marcas que indiquei aqui vendem online e você comprar de qualquer lugar do Brasil. Espero que gostem e se tiverem mais indicações de marcas independentes – e incríveis! – deixa nos comentários pra eu conhecer também? 🙂

 

Para acompanhar tudo do blog:
Facebook ♥ Pinterest ♥ Instagram Youtube 

 

 

2
  • Compartilhe  →

Vídeo – Aprenda a fazer uma tiara de Frida Kahlo para o carnaval

Posted on
look frida kahlo

Carnaval tá chegando e nóis tá como? Dooooida pra se montar e colocar cílios postiços \o/

Minha relação com o carnaval é um paradoxo gigante: Adoro me arrumar, tenho preguiça de sair na rua. Geralmente gasto todas as minhas forças fazendo o look e a maquiagem e, ao final de tudo, estou cansada demais para ir pro bloco 😛

Maaaaas esse ano me animei para montar umas tiaras legais e mostrar o passo a passo pra vocês. Hoje tem um #DIY da tiara Frida Kahlo e na semana que vem tem mais um (não vou falar o que é pra não estragar a surpresa!)

Clica no play e depois se joga pra fazer a sua tiara! 😉

 

Para acompanhar tudo do blog:
Facebook ♥ Pinterest ♥ Instagram Youtube 

 

1
  • Compartilhe  →

Sobre ter crescido numa cidade quente e não saber me vestir no inverno

Posted on
look di dia inverno gladis vivane

Como vocês sabem eu nasci e passei a maior parte da minha vida em Natal, Rio Grande do Norte. Lá as estações são bem definidas: Verão, Calor, Mormaço e Eutonoinferno. Desta forma, nunca precisei me vestir para o frio.

Aí eu cresci, viajei, mudei, morei fora duas vezes – uma delas fora do Brasil – e nunca, mas nunca mesmo, aprendi a me vestir no inverno. Basicamente eu coloco uma roupa por cima da outra até ficar impossível me movimentar. Se eu não tiver que sair de casa, passo o dia de pijama. Ou melhor, dois pijamas. Um por cima do outro.

A pior parte disso é que eu passo o inverno inteiro me sentindo feia, horrorosa, desleixada, toda cagada, desconfortável comigo mesma. Porque meus lindos vestidos rodados e de alcinha não cabem nesta estação gelada. E vestida assim, com esse monte de moletom sobreposto, essa pessoa não sou eu.

Eis que, depois de 4 invernos em São Paulo, tomei vergonha na cara e decidi me vestir decentemente para o frio. Dividi essa tarefa em 4 passos:

1- Comprar um casaco decente. Sempre tenho pena de gastar dinheiro com um casaco bom e acabo trocando 1 peça de qualidade por 4 blusinhas de frio sem futuro que não duram um mês.

2- Comprar blusas internas de boa qualidade, que aqueçam o corpo, sejam gostosas e macias e não fiquem cheias de bolinhas depois da primeira lavagem.

3- Aprender a usar meia calça. Essa é trauma de infância, de quando minha avó me montava toda e me colocava uma meia-calça no calor de natal e aquilo era um martírio – pinicava até a alma e fazia uma calor do cão. Fora isso, é foda encontrar meia-calça que vista bem quem tem coxa grossa 🙁

4- Comprar uma bota. Eu odeio botas na real. Sobrevivi a 3 invernos usando sapatilha e scarpin. Caprichava no aquecimento do corpo inteiro pra tentar sentir menos frio nos pés. Mas nunca era confortável. Agora decidi comprar uma bota básica, salto grosso baixinho, cano médio, pra usar com tudo. Se eu curtir a experiência vou me permitir comprar uma segunda bota, em outra cor e modelo.

Pronto! Eis o resultado do meu primeiro look de inverno:

saia rosa de bolinhas casaco cinza A saia rosa de poá é só pra não perder o costume de ser eu mesma embaixo desse monte de roupa que não parece ser minha 😛
look de inverno preto pink

bolsa pink ado atelie

batom pink E aí, curtiram? Eu ainda me acho muito estranha com roupa de frio, mas me senti muito melhor com um look mais arrumadinho do que com meus antigos moletons 😛

O look é todo da Gregory mas isso não é um look patrocinado! É que eu encontrei um outlet da marca perto de casa onde os casacos têm até 70% de desconto! 🙂 A bolsa é Adô , a meia é a fio 150 da Lupo e os óculos Urban Outfitters. O batom é o Fuchsia da linha Matte Coloro da Lorac Pro.

 

Para acompanhar tudo do blog:
Facebook ♥ Pinterest ♥ Instagram Youtube ♥ Snapchat: gladisvivane 

0
  • Compartilhe  →

5 Dicas para moças peitudas

Posted on

Sinceramente, eu não lembro como é não ter peito. Acho que nasci peituda e minha primeira roupinha de bebê já veio com sutiã embutido 😛

como usar decote Fafá de Belém e Rita Lee em 1980

Uns dias atrás eu postei no Instagram a foto de um sutiã incrível que encontrei e falei sobre como é difícil ser peituda nessa vida. O sutiã que cabe os peitos sobra nas costas, os que ficam normais nas costas não cabem metade dos peitos e esse é só o começo dos problemas. É botão de blusa voando na cara das pessoas, é maratona pra encontrar um mísero biquíni que vista bem, é tanta coisa nessa vida de peituda que ó, cansa, viu?

O fato é que o post deu o que falar. Milhares (olha o exagero!) de meninas fizeram contato nos mais variados canais do blog (mentira, foi só no Face no Insta e no email 😛 ) para dizer que “sofriam do mesmo mal” e pedir dicas de onde comprar o sutiã perfeito.

E aí eu achei que o assunto rendia e resolvi compartilhar algumas dicas para você conviver melhor com os seus peitos. Afinal, a gente reclama às vezes, mas ter um decote imponente é mara!

dicas para quem tem peito grande

Uma boa postura é essencial na vida de qualquer pessoa. Mas, se seu sutiã é maior que 44, você precisa fortalecer os músculos das costas mais do que todo mundo! É muito comum que quem tem peito grande tenha dores nas costas e problemas de postura. Geralmente começa na adolescência, quando a menina tenta esconder os seios andando curvada. O vício de postura fica pra sempre e, anos depois, ela vai sofrer com terríveis dores nas costas. Outras nem passaram por isso, mas o peito grande e a vida sedentária acabam trazendo dores na coluna.

Eu nunca tive esse problema e nunca tenho dor nas costas. Tenho amigas menos peitudas que fizeram cirurgia de redução de mamas por não aguentar as dores de coluna. E pensando nisso só tenho uma explicação para a minha ausência de problemas de postura: O ballet!

E olha que nunca levei a dança a sério e nem passei perto de ser profissional. Mas alguns anos de ballet na adolescência foram suficientes para me dar a postura que tenho hoje e evitar o problema! Então, se você é peituda, que tal incluir o ballet nas sua atividades? Temos cada vez mais opções de aulas para adultos e até mesmo o tal do ballet fitness, que está na moda e se encontra em qualquer esquina agora. Pilates, RPG, musculação e qualquer coisa que possa fortalecer os músculos das costas merece um espaço especial na sua rotina de exercícios!

 sutiã para seios grandes

Tá bom. Tem pai, mãe, namorado, cachorro, muita gente importante pra você. Mas só quem segura seus peitos é ele, amiga. O sutiã perfeito é uma dádiva e, para encontrá-lo, cada peituda deve enfrentar a sua própria jornada. São anos de peregrinação e idas frustradas ao provador. Sempre com a vendedora serelepe do lado de fora “E aí, serviu? Posso ver?” Não amiga, não pode ver porque ficou um cu!

O sutiã perfeito nunca vai aparecer pra você de primeira. Você deve provar todos os modelos, de todas as lojas de lingerie, em mais de cinco cidades e, pelo menos, dois países. Mas quando você o encontrar você saberá – e nunca mais o abandonará.

Você pode passar pela sua jornada pessoal sozinha, mas se quiser cortar caminho vai nesse modelo aqui da Loungerie. Foi dele que falei no Instagram e foi ele que gerou esse post. Tem medidas diferentes de costas e busto, a renda é macia, dá aquela levantada sem incomodar e – OBRIGADA SENHOR- não tem bojo!

Marcas de lingerie, apenas parem de fazer “sutiãs de sustentação” com bojo. Outro dia vi um “sutiã redutor” com bojo. O bojo só aumenta ainda mais o peito e, além disso, quando a gente coloca uma blusa por cima se sente vestindo uma armadura. O modelo perfeito – para mim – tem aro e uma renda ou outro tecido fininho no lugar do bojo ♥

dicas de moda para quem tem seios grandes

Sim, a indústria de moda brasileira tem sérios problemas com curvas e eu já falei sobre isso aqui. E, quase sempre, quanto mais barata a roupa, pior a modelagem. Quando você compra uma camisa por fintchy reaix numa fast fashion, você imagina que o processo de produção daquela peça não foi dos mais honestos, né? Além de toda a questão ética, você ainda estará comprando uma roupa que vai deformar as suas curvas!

Se você tiver a sorte de encontrar uma marca cujas peças respeitem as curvas do seu corpo, principalmente o desenho dos seus seios, seja fiel a ela! (E deixa a dica nos comentários). Mas a dica que eu dou é: Mais vale UMA peça com boa modelagem, que não deforme os seus seios, do que DEZ que vestem mal. Então faça compras inteligentes: Compre menos e melhor!

dicas para quem tem peitão

Tem coisa mais chata do que revistinha de moda e blogueira dando “dica” do que você pode ou não usar se tiver peito grande? A regra é clara- e única: Você pode usar o que quiser, desde que TENHA VONTADE.

Obrigada, de nada.

Eu amo saias de cintura alta. Praticamente 80% do meu guarda-roupas é composto por saias mídi de cintura alta. Aí vem uma fulana me dizer que não posso usar cintura alta porque “aumenta ainda mais a região do busto e achata o tronco”.

Aham Cláudia, senta lá. Use o que quiser, quando quiser, do jeito que quiser. As pessoas têm uma mania idiota de achar que nós estamos sempre querendo “disfarçar o busto”. Gente, peito não é espinha que você disfarça com corretivo. Uma moça de peito grande tem um tipo de corpo diferente de uma moça de peito pequeno e não faz o mínimo sentido usar “truques de estilo” para se aproximar de uma silhueta que não é a sua.  Se você gosta de usar determinada roupa e se sente bem com ela, esqueça tudo que já leu nas revistas e use assim mesmo!

anita ekberg melhor decote

Toda peituda já passou por um momento “odeio meus peitos”. Eu mesma já pensei várias vezes em cirurgia de redução, quando eu era mais nova. Mas com o tempo a gente perde essa insegurança adolescente e se descobre amando o próprio decote!

Eu sei que às vezes é um saco não encontrar um biquíni bacana ou não conseguir usar aquela blusa linda da Farm com as costas abertas, mas as vantagens de ter peitão superam as desvantagens – e muito!

O meu padrão de beleza é vintage, então quando eu olho para Sophia Loren e Anita Ekberg eu acho que ter peito grande – e natural! – é uma dádiva. Ao mesmo tempo, como qualquer pessoa normal, minha auto-crítica tende a me dar algumas rasteiras de vez em quando. E eu começo a pensar que seria mais magra se não tivesse peito, que seria melhor pra comprar roupa, que poderia usar a blusa que eu quisesse… É, poderia. Mas não seria eu!

E quando você percebe que cada detalhe seu – até aquele que às vezes te incomoda – é o que te faz única, você tem a real dimensão de como você é bonita! 🙂

 

PS 1: Se você é peituda e tem uma dica bacana pra dar (um sutiã mara, uma marca de biquíni, um creme firmador huahuahua ) deixa aí nos comentários!

PS 2: Eu sei que muitas meninas têm problemas sérios com o tamanho dos seios, que podem trazer complicações de saúde.  Se esse é o seu caso, procure um médico e se cerque de toda a informação possível sobre o assunto. Eu não quero ditar regra nenhuma aqui, nem dizer que ninguém deve reduzir os seios, só quero que você pense bem antes de tomar a sua decisão e que seja muito bem orientada. O que importa é que você seja feliz – com peitão ou sem peitão!

 

Para acompanhar tudo do blog:
Facebook ♥ Pinterest ♥ Instagram Youtube ♥ 

 

6
  • Compartilhe  →